19 setembro, 2020

Coraline (Neil Gaiman)


Depois de muito tempo querendo ler este livro, finalmente chegou a hora em que eu pude fazê-lo. Ler Coraline me deu uma sensação muito boa, como se eu estivesse esquecido tudo a minha volta e estivesse focado apenas na história, tanto que eu nem vi o dia passar e li esse livro em um único dia! Nunca achava uma edição deste livro para comprar, estava sempre esgotada ou com preços absurdos! Quando a editora Intrínseca anunciou o mais novo lançamento deles, Coraline, eu fiquei muito feliz e comprei o livro ainda na pré-venda haha! 

Neste conto de fadas sombrio e moderno, vamos acompanhar a jovem Coraline, uma menina corajosa e curiosa que sempre está explorando e arrumando diferentes formar de se entreter, já que ela não recebe tanta atenção de seus pais por conta do trabalho. Quando ela se muda para a nova casa, lá ela encontra uma porta “secreta” que esconde vários segredos e que a leva para um mundo totalmente diferente do seu... 

cinco Motivos para ler coraline:



Coraline foi uma história empolgante e ao mesmo tempo assustadora, amei cada página e elas tiveram uma fluidez realmente perceptível. Como só uma resenha não será suficiente para eu expressar tudo que eu senti lendo este livro, vou listar motivos para quem não leu, dê uma chance para essa historia:

01 - A escrita é fácil, imersiva e cativante! Quando nos damos conta, já concluímos a obra. A escrita do autor é fluida e envolvente, nos passa uma sensação de conforto e ao mesmo tempo de angústia. Amei esse contrate que eu senti durante a leitura :)

02 - A historia nos mostra que a coragem é uma arma muito valiosa e que pode ser um ponto muito forte a nosso favor. A frase “Quando você tem medo e faz mesmo assim, isso é coragem” faz o total sentido nesta história! Um ponto no qual só me fez usar essa história como uma inspiração pessoal para mim! <3

03 - Ele é um clássico da fantasia! Pode ser lido tanto por crianças, quando adultos. A escrita é fácil e possui um texto riquíssimo com palavras imersivas! Quero emprestar este livro para meus irmãos e convencer minha família inteira a conhecer essa história haha!

04 - Aqui vamos ser apresentados a duas famílias, uma atenciosa e “amorosa” e a outra mais focada no trabalho... mas, quem será que são os “vilões”?  Achei genial a forma como tudo foi abordado, ver Coraline em situações de escolha e medo, me deu um aperto no coração, como se algo muito ruim fosse acontecer... A protagonista é uma criança corajosa que eu passei a admirar demais!

05 - Essa é uma ótima leitura para sair da ressaca literária, dá para ler em um dia facilmente e ficamos mais animados para começar outros livros e embarcar em novas histórias após a conclusão desse :)

Eu sempre adiava o momento de ler Coraline, o motivo principal, no qual eu já mencionei logo acima, era por conta da edição, que eu não achava em lugar algum, mas sou grato por ter dado uma chance para essa história agora, se caso eu tivesse lido em outra época ou até mesmo mais novo, não iria gostar tanto quando eu gostei, e vou sempre panfletar! *-*


Coraline é encantadora por ser uma criança curiosa, decidida, e claro, como ela mesma deixa isso bem claro, corajosa. Um ponto importante que eu gostaria de ressaltar, foi que eu me surpreendi com a escrita do Gaiman, que foi tão extraordinária e detalhista em nos contar a história/narrativa dos dois mundos. A maneira como ele abordou isso foi perfeito e fácil de entender tudo o que estava acontecendo sob o ponto de vista da protagonista, e isso, nos deixou ainda mais imersos em suas explorações.

Neil Gaiman é considerado um dos maiores escritores vivos. Tem mais de vinte livros publicados e já foi agraciado com inúmeros prêmios literários, incluindo o Hugo, o Bram Stoker e a Newbery Medal. Começou a carreira como jornalista, mas logo ingressou no mundo dos quadrinhos, com a aclamada série Sandman, e em seguida conquistou a ficção adulta e a literatura infantojuvenil, publicando obras memoráveis. Algumas delas foram adaptadas para o cinema e para a tevê. Nasceu em Hampshire, Inglaterra, e hoje mora nos Estados Unidos.


uma história corajosa sobre uma menina carajosa




Caso quiserem comprar o livro, comprem aqui. comprando através deste link vocês ajudam o blog Universo Desconhecido a crescer e me incentivam a continuar com o meu trabalho : ) 

E vocês, já leram Coraline? Ficaram curiosos para ler? Caso já leram, qual sua experiência com a história?! Vamos conversar *-*

15 agosto, 2020

10 Motivos para ler Antologia Macabra


Sem duvidas umas das melhores coisas que eu fiz esse ano foi começar a ler livros de contos, descobri várias histórias e conclui livros que antes não conhecia e agora alguns deles até se tornaram meus favoritos, esse foi o caso com Antologia Macabra. Esse foi um livro que eu li juntamente com uma galera muito legal em uma leitura coletiva organizada pela Milena, Macabra Tv e DarkSide Books. Lemos um conto por dia e toda noite as 20h discutíamos sobre os casos que lemos. Foi sem dúvidas uma experiência incrível e isso também contribuiu para eu gostar tanto deste livro. 

Antologia Macabra é um compilado de contos de terror/horror que irá explorar vários temas, possui contos de grandes nomes da literatura e demais autores que eu não conhecia mas fiquei simplesmente fascinado com a escrita e já quero ler mais obras dos mesmos. Os autores presentes neste livro são: Stephen King, Clive Barker, Jack Ketchum, Ben Vincent, Stewart O’Nan, Kevin Quigley, Ramsey Campbell, Brian James Freeman e John Ajvide Lindqvist, Richard Chizmar e Brian Keene.

Eu e a Luana do blog A Garota Que Bebeu a Lua, nos juntamos mais uma vez para exaltar a Macabra Tv e a DarkSide Books, vamos hoje, listar 10 motivos para ler Antologia Macabra e falar um pouco sobre nossa experiência de leitura, mas sem mais delongas: Vamos aos motivos! 

O horror presente em todas as suas formas



É muito difícil eu ler algum livro que aborda tantos temas diferentes em uma única antologia, aqui os contos abordam pontos extremamente sensíveis, e ao mesmo tempo, brutais, e esses temas são: Depressão, perda, psicopatia, frustrações, morte, culpa, inveja, o quão perigo pode ser um relacionamento virtual, amizades e uma falsa felicidade em nos mesmos. Em suas grandes maiorias, os contos são complexos e possuem começo, meio e fim. 

O Compressor de Ar Azul,  conto inédito do Stephen King, é o primeiro que aparece na antologia, Logo depois vem A Rede, eu gostei muito da sequência em que os contos foram nos apresentados. Os contos em um geral não se conversam, cada um tem sua essência diferente, o que só deixou as coisas ainda melhores (e macabras).

O organizador da antologia é show!



Hans-Ake Lilja é o organizador dessa antologia  e ele escreve para seu site, tudo sobre o mundo de Stephen King, que teve um papel fundamental para essa antologia acontecer. Esta coletânea de contos celebra os vinte anos de seu espaço. Saiba mais em Lilja’s-Library.com.

Logo na introdução ele fala um pouco sobre sua vida e um pouco sobre sua carreira, somente nessa introdução, podemos ver o quanto o organização ama o que faz. No Instagram, quando compartilhávamos algo referente a nossa leitura, ele sempre repostava nos storys e as vezes eu conversava com ele pelo direct, acho que fazer um post de motivos para ler e não citar ele seria estranho, ainda mais de uma pessoa carismática quanto ele! 

As ilustrações do Francês Odilon Redon 



Livros que contém ilustrações são sempre um primor a parte, elas acabam complementando a história e trazendo todo um ar mais sombrio para o livro (o que eu acho incrível) e em Antologia Macabra isso não poderia ser diferente, claro! Odilon Redon possui um traço fino, sombrio e meio dark. O ilustrador nos mostra a essência do seu traço a cada ilustração, e nós, leitores, vamos perecendo isso a cada início de capítulo, que é onde elas aparecem. 

Um pouco mais sobre o ilustrador: Odilon Redon nasceu em 1840 e se tornou um dos grandes artistas franceses, considerado o mais importante dos pintores do simbolismo, ao criar uma linguagem plástica particular e original. Redon aprendeu as técnicas da gravura com Bresdin, influenciado pela obra de Doré. Em 1884 fundou o Salon des Indépendants com Paul Gauguin e Georges Seurat. Seu mundo de visões e sonhos, povoado de criaturas estranhas e às vezes monstruosas, influenciou significativamente os surrealistas. Odilon faleceu em Paris em 1916.

O conto ‘O Fim de Tudo’ de Brian Keene



Vários dos contos deste livro me deixaram angustiado, reflexivo e enojado, mas o conto O Fim de Tudo me tocou de uma forma extraordinária e me fez imergir profundamente na história e já adianto que esse é o meu conto favorito não só da antologia, mas um dos meus preferidos da vida vida toda. Faz algum tempo que um conto não me trás tantos questionamentos e me faz refletir o quanto o luto pode ser algo incurável. 

Em O Fim de Tudo vamos acompanhar um homem que está sofrendo pelo luto constante por conta da perda de toda sua família e ele só deseja a morte, dia após dia. Foi um conto extremamente triste e profundo, talvez eu ainda vou reler ele ainda esse mês, esse conto por si só, já é um motivo muito válido para ler essa antologia.

Um banquete cheio para leitores famintos por histórias arrepiantes



Se você é aquele tipo de pessoa que gosta de histórias mórbidas mas ao mesmo tempo uma história melancólica, essa antologia de contos vai ser perfeita para você. A mistura de elementos em cada contos, mesmo eles não tendo nada em comum, a ordem em que ele nos foi apresentada foi genial. Pessoas que são fascinadas pelo horror e sempre apostam no escuro vão se deliciar com esse banquete de histórias imersivas para leitores famintos por histórias arrepiantes. 


E foi isso, pessoal... ah, como eu e a Luana fizemos em Vitorianas Macabras, para conferir os outros cinco motivos, é só é só clicar aqui que vocês já vão direto para o post da Luana <3 Lu, muito obrigado por mais esse projeto que a gente finalizou com sucesso, agora vamos arrasar com Medicina Macabra e Bom Dia, Verônica! Se quiserem comprar o livro, comprem aqui. comprando através deste link vocês ajudam o blog Universo Desconhecido a crescer e me incentivam a continuar com o meu trabalho : ) 

Gostaram do post? Gostaram do da Luana? E das nossas fotos? Espero que alguém tinha ficado curioso para ler essa antologia <3

11 agosto, 2020

Bird Box: Caixa de Pássaros (Josh Malerman)


Quando eu via comentários positivos de algumas pessoas a respeito deste livro, sempre ficava meio receoso, pois esse não é o tipo de leitura na qual eu estou acostumando, achava que a leitura teria um desenrolar lento e entediante, mas depois que eu conclui a leitura, tive plena certeza de que me enganei, Birb Box: Caixa de pássaros já entrou na lista de umas das melhores leituras de 2020! 

Em Bird Box: Caixa de Pássaros vamos acompanhar um cenário apocalíptico que vai se alternando entre o passado e presente. No passado, a protagonista Melorie descobre que está grávida e logo os telejornais de Televisão começam a notificar/Alertar comportamentos agressivos e suicidadas que são causados após as pessoas olharem para para alguma coisa, força maligna ou criaturas, que não sabemos quase nada sobre e nem o que são. Já no presente, Melorie e seus dois filhos (uma menina e um menino) de apenas quatro anos, estão em uma batalha perigosa em busca de sobrevivência, e tudo isso, de olhos vendados!


O melhor deste livro, e que foi um ponto sobre o qual me fez gostar ainda mais da história, e colocar ela na lista dos favoritos, foi o foco da história ser sobre a determinação de uma mulher que luta diariamente para manter seus filhos em segurança dessa coisa que eles não sabem o que são. As criaturas foram deixadas meio querem segundo plano, e graças a isso pude me conectar melhor com os personagens e também com a história. 

A sensação que eu tive ao terminar de ler essa história foi igual a de soltar o ar dos pulmões depois de tê-lo segurado por um período de tempo. A história é bem curta (possui 272 páginas), direta e brutal. O livro se torna muito angustiante por sua eficácia em nos transportar para um mundo em que tudo acontece às cegas. Todos os personagens da história passam por provocações constantes e o desgaste físico e psicológico é nítido em todos quase todos os capítulos.


Não abra os olhos



O começo do livro, apesar de um pouco mais lento que o restaste da história, foi uma das minhas partes favoritas! Tudo já começa acontecendo de uma forma muito caótica e conturbada, e ir acompanhando os personagens ao longo do desenrolar é assustador. O livro em um geral, nos apresenta uma narrativa mais sensitiva, uma leitura que nos prende do início ao fim. Os três fatores que mais me fizeram ficar imersos na história, e me fazer favoritar esse livro foram: Leitura fluida, capítulos curtos e um enredo eletrizante. Tudo isso muito bem desenvolvido e escrito. 

Adaptação cinematográfica



Há algum tempo, Bird Box: Caixa de pássaros ganhou uma adaptação cinematográfica na Netflix e na época foi um sucesso (e é até hoje), logo após isso ter acontecido eu fiquei ainda mais curioso para ler o livro, mas como na época eu estava meio que de ressaca literária, acabei assistindo o filme mesmo antes de ter lido o livro depois, mas já adianto que isso não estragou minha experiência de leitura (mesmo ficando com receio do livro ser lento), diria que até contribuiu muito. Notei inúmeras diferenças entre o livro e o filme, claro, não podemos comparar ambas as adaptações pois são formas de entretimento completamente diferentes, mas eu fiquei muito feliz comigo mesmo por ter amado as duas narrativas. 

No filme as coisas acontecem um pouco mais rápido e cada minuto é importante, mesmo em algumas cenas serem bem diferentes no livro, gostei de ver elas das duas formas, senti falta de algumas cenas no filme que tem no livro e vice-versa, e se alguém já assistiu ao filme e esta desanimado de ler o livro, eu super recomendo lerem o livro mesmo já tendo assistido a adaptação, para mim isso não mudou muita coisa e nem estragou meu apego com a história, o que é ótimo!


O livro foi publicado aqui no Brasil pela editora intrínseca, essa edição eu comprei na Amazon ano passado e eu paguei apenas R$9,00 nela! Até hoje não acredito que eu paguei esse preço em uma edição de luxo. Se quiserem comprar o livro, comprem aqui. comprando através deste link vocês ajudam o blog Universo Desconhecido a crescer e me incentivam a continuar com o meu trabalho : )

Vocês lá leram Caixa de pássaros? Gostaram? Já assistiram ao filme?