15 agosto, 2019

Confissões do crematório (Caitlin Doughty)


"Este livro é sobre meus seis primeiros anos trabalhando na indústria funerária dos Estados Unidos . Quem não deseja ler descrições  realistas da morte  de cadáveres pegou o livro errado. É aqui que você entrega as vendas metafóricas antes de entrar. As histórias são verdadeiras e as pessoas são reais. Vários nomes e detalhes (mas não os mais sórdidos, prometo) foram modificados para preservar a privacidade de certos indivíduos e para proteger as identidades dos falecidos." -  C.D

Minha relação com a morte nunca foi muito boa, falar sobre ela nunca foi fácil e nem normal, porém, após concluir essa leitura, definitivamente abri a minha mente, e, cheguei a conclusão de que não devemos fugir dela e sim falar sobre ela, afinal a morte é a única certeza da vida, então por que evitamos  tanto falar sobre esse assunto?


Em Confissões do crematório, Caitlin Doughty irá nos apresentar os relatos de seus seis anos trabalhando como agente funerária. Ao decorrer dos capítulos somos apresentados casos, experiências, e/ou dificuldades sobre seu trabalho. São histórias reais que ela mesma vivenciou. Em certos momentos ela irá nos contar como foi cremar o primeiro corpo, como é o cheiro de um corpo em estado de decomposição... Em dado momento são colocadas notas sobre, o ponto de vista dela em relação a morte e o ponto de vista cultural, e esse fator enriqueceu muito a experiência de leitura.


Este livro possui uma escrita rápida, fácil, e envolvente. Me fez enxergar a morte com outros olhos, e me ensinou que não devemos temer a morte e sim aprender a conviver com ela. E se você foge da morte, evita falar sobre ela, ou tem medo dela, esse Livro irá abrir sua mente.

Caitlin Doughty é agente funerária, escritora e mantém um canal no You Tube onde fala com bom humor sobre a morte e as práticas da indústria funerária. É criadora da websérie Ask a mortician, fundadora do grupo The Order of the Good Death (que une profissionais, acadêmicos e artistas para falar sobre a mortalidade). Saiba mais em orderofthegooddeath.com.


Após concluir essa leitura iremos questionarmos sobre a morte, mas não a morte em si, e, sim a nossa morte. O que você quer quando morrer? Cremado? Enterrado?...
Espero que com essa resenha, tenho os  deixados curiosos para fazer a leitura.
Qual sua relação com a morte?

Isso é tudo pessoal! a lebre de março aqui, se despede :) 

55 comentários:

  1. Menino, fiquei sim muiiito curiosa! Que resenha instigante! É sério! E parabéns, por cada foto, por cada carinho colocado aqui! Sobre o livro, nossa, que tema a ser abordado! Eu não lido bem com morte, e fico imaginando como tenha histórias para contar! Confesso que tenho minhas dúvidas se trabalharia num lugar desess! Sou muito medrosa! Kkkk! Mais uma bela dica anotada! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado claudia, por sempre estar aqui, deixando um comentário!
      Acho que tmabém não teria coragem de trabalhar em um lugar assim. hahhaha

      Excluir
  2. Oiee!
    Eu também não sei lidar muito bem com a morte, melhor falando, com perdas. Acho que seria uma leitura interessante para mim. Mas confesso que jamais trabalharia em um lugar assim hahaha.
    Excelente resenha e amei as fotos! Bjs

    Fernanda
    Conduta Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro será uma boa para você.
      Acho que nem eu, mas quem sabe hahhaha
      obrigado, feliz que tenha gostado.

      Excluir
  3. Amei as fotos...
    Já li esse livro (agora me dei conta que não fiz resenha), e achei fantástico a maneira tranquila que ela consegue falar de um assunto para muitos bem difícil. Não tenho problemas para falar sobre morte, o livro serviu para clarear alguns aspectos...Tive o prazer de ir na tarde de autógrafos desse livro, que ocorreu aqui em São Paulo e ela é uma fofa...
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, como eu queria ter ido </3
      Que legal que você foi. :)
      Abraços.

      Excluir
  4. Gente, preciso ler demais essa obra, estou interessado desde o ano passado quando houve seu lançamento. E você colocou pontos que deixou a gente bem curioso com a obra. Está muito bom mesmo. Ah, gostei demais das fotos, parabéns mesmo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim! tenho certeza que iá gostar, afinal temos gostos parecidos.
      muiuto obrigado, fiquei feliz!!

      Excluir
  5. O tema do livro é ao mesmo tempo impactante e inusitado, instiga a curiosidade quanto à leitura. Apesar de tentar lidar com a morte de uma forma natural, confesso que não gostaria de trabalhar em um lugar assim, deve ser uma experiência muiti forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim deve ser uma experiência muuito forte, porém, eu me arriscaria hahahah.

      Excluir
  6. Confesso que não chamou a minha atenção, mas deve ser porque a morte não é uma questão para mim. Sempre tive consciência de que morro um pouco mais a cada dia e já morri algumas vezes, em vida.
    Eu já defini algumas coisas quanto a vida... depois que ela se encerrar, quero que meu corpo seja cremado e as cinzas deixadas em uma árvore, num jardim. Também não quero manter meu corpo atrelado a máquinas, por isso já tenho um documento que não autoriza me ressuscitar em caso de falência dos órgãos, que serão doados (todos) que puderem ser.

    bacio

    ResponderExcluir
  7. Olha, esse é um livro que quero muito ler.
    A morte e todo o processo dela sempre desperta curiosidade, né?
    Eu não sei lidar muito bem com perdas, mas acho que precisamos desmitificar mesmo a morte, sabe?
    É um processo natural que todos passarão, né?
    não me incomodo de ser enterrada, desde que o máximo dos meus orgãos sejam doados, não quero correr risco de ser enterrada viva. haha E eu não vou mais precisar dos orgãos mesmo.

    Beijos,
    Amanda Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim!
      haahhaha imagina ser enterrado vivo? que horror!

      Excluir
  8. Nossa, que profundo! Achei a capa do livro muito bonita. A edição parece estar ótima.

    O tema é bem interessante e enriquecedor. Muitas pessoas tem medo da morte porque a gente não sabe o que vem depois ou se vem alguma coisa, né?

    O que eu decidi é que vou aproveitar o tempo que tenho, o que vier depois é lucro. E se não vier mais nada eu não vou existir mais, então não vou ter como reclamar kkk

    Adorei a dica de livro e a sua resenha me deixou curisoso! <3

    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se quero descobrir o que vem depois da morte hahahaha

      Excluir
  9. Tenho muita vontade de ler esse livro, depois fala de um tema que a pouco retratado na sociedade, muitas pessoas tenham medo da morte vs autora escrever sobre esse tema é incrível, parabéns pelo pelo posto e pela foto incrível e pela resenha maravilhosa continue assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos falar mais sobre a morte.
      obrigado! feliz que tenha gostado!!

      Excluir
  10. Eu nem preciso dizer o quanto esse livro é maravilhoso, nem mesmo o quanto sou apaixonada nessa capa e toda sua diagramação perfeita. Dito isso quero ressaltar o quanto gostei das pontuações que você colocou a respeito dessa leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oieee, já estou com esse livro na minha lista há um tempão. Gostei muito da sua resenha. Já perdi as duas pessoas mais importantes da minha vida para ela, então digamos que a minha relação com ela é bem negativa, quem sabe depois de ler esse livro , meu ponto de vista seja outro né. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Nossa, meus sentimentos.
      Sim, esse livro será uma boa para você.

      Excluir
  12. oi!
    Eu adorei este livro :D e ainda mais pela reflexão que esta historia traz..Essa edição também esta linda.

    ResponderExcluir
  13. Arrasou nas fotos, ficaram lindas. Não é meu gênero, mas gosto de acompanhar as resenhas, e divulgações. As publicações da DarkSide, são lindas.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Lucas.

    A morte realmente é a única certeza de nossas vidas, então de qualquer maneira, temos que aceita-la.
    Eu tenho uma vontade enorme de ler esse livro, acho bem interessante a autora de fato ser agente funerária, deve ser uma profissão um tanto estranha.

    www.pactoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Gosto de textos e livros que discutem a morte... Eu já fiz um personagem que era um agente funerário. Trouxe bastante humor e banalizei um pouco a morte. Dado que, com tudo que se convive, acaba-se encarando como normal em algum momento.

    ResponderExcluir
  16. Eu não tenho exatamente medo da morte, ela vai chegar na hora que tiver que chegar. Mas entre as minhas escolhas, gostaria de ter um daqueles enterros ecológicos que tem sido desenvolvidos por ai. Acho a ideia do cemitério tradicional insustentável no cenário ambiental atual.
    Abraço
    Liv | Resenhas Caóticas

    ResponderExcluir
  17. Achei ótimo que a leitura desse livro tenha aberto a sua mente para essa questão em relação a morte. Eu mesma nunca parei para pensar a respeito.Gostei bastante de conhecer o ótimo enredo dessa obra. Além de poder conferir a sua opinião também.O texto está impecável.Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigado! feliz por ter gostado. <3
      É uma questão que devemos falar mais sobre.

      Excluir
  18. Já tinha lido outras resenhas sobre esse livro, e apesar de não ser o exatamente meu estilo de leitura eu fiquei bem curiosa pela premissa !!

    Parabéns pelo trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog: leiturasdearuom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Vou contar que: Eu comprei esse livro, assim como comprei A Menina Submersa, pela capa. Eu achava que seria uma leitura fodástica porque meu sonho é trabalhar com a galera morta, mas quando comecei a ler... só queria jogar pela janela!
    É legal ver como a gente tem interpretações diferentes para uma mesma leitura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é um fator que me faz gostar muito mais da literatura, nossas opiniões diferentes.
      uma pena que esse livro não foi para você :(

      Excluir
  20. Oie! Ai, que difícil falar sobre esse livro. Então, eu já me aventurei a essa leitura anteriormente e achei inicialmente instigante e interessante, porém em determinado momento ele infelizmente parou de funcionar pra mim. Comecei a achar um pouco cansativo e repetitivo. Tenho interesse em tentar novamente em algum momento. Mas então fico encantada com o poder da literatura, como ela é vasta e abrange todos os gostos e estilos! Fico feliz que ele atinja seu propósito em vários outros leitores.
    Bjos e boas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu li esse livro super rápido, uma pena que ele não foi para você, mas, tenta ler de novo, em algum momento você vai olhar para ele e vai pensar "É AGORA" e se joga!:)

      Abraços e boas leituras também! :*

      Excluir
  21. Eu achei muito legal esse tema sobre falar da morte de uma maneira real e descontraída. Pode ter certeza que fiquei super curiosa com esse livro. Parabéns pela resenha. Bjus

    ResponderExcluir
  22. Acho muito interessante, já assisti um Ted Talk dela e achei bem interessante como ela enxerga a morte. E realmente precisamos encarar a morte sem os tabus.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  23. O livro é maravilhoso! Tbm tenho essa edição, porém ainda não li, mas fiquei instigado com sua resenha. ❤

    ResponderExcluir
  24. Universo vasto, largo, profundo... Não tenho esta edição, mas fiquei dessjoso. A bora é magnífica.

    ResponderExcluir
  25. Já interessei pela capa maravilhosa e atraente. Adoro demais suas resenhas e fico ainda mais tentada em voltar as minhas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa capa é linda, não me canso de olhar!
      fiquei feliz em saber que gosta! <3
      volte sim, esse mundo é fantástico!

      Excluir
  26. Oi Lucas,

    Também sou o tipo de pessoa que não tem uma relação muito amigável com a morte, sempre evitei falar sobre ela, pois não me snto confortável. Achei legal o fato de você ter passado a ter uma relação diferente depois dessa obra, isso me animou para ler, pois pode acabar mudando meus próprios preceitos. Adorei conhecer!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alice!

      Foi uma leitura instigante que abriu não só meus olhos, mas, minha mente também. :)

      Excluir
  27. Nossa, você realmente me deixou intrigada, pois eu mesma não sei qual é a minha relação com a morte, é claro que já conversei muito por cima sobre isso,mas nunca cheguei realmente a pensar no assunto!

    Com certeza um livro para a lista!
    Bisou Bisou , Isa!❤

    ResponderExcluir
  28. Eu li tia resenha, e apesar da curiosidade que me assaltou sobre a obra, tenho uma confissão a fazer: eu certamente não tenho estômago para ler este livro. Todavia, parabéns pelo post. Ficou incrível!

    ResponderExcluir

Ativem o "notifique-me" para saber qual foi minha resposta ao seu comentário! ;)