15 setembro, 2019

A Guerra que Salvou a Minha Vida (Kimberly B. Bradley)



Existem muitos tipos de histórias de superação, algumas nos passa ensinamentos inesquecíveis e nos emociona, outras nos transformam e nos ensina a sermos pessoas melhores, e essa, que é a junção de tudo citado acima. Li pela primeira vez esse livro em 2017, lembro como se fosse ontem todos os sentimentos que esse livro me causou (raiva, angustia, melancolia). Resumiria esse livro em uma frase "Rápido de ler, difícil de esquecer".


Essa história se passa na segunda Guerra Mundial, porém o foco principal não é a Guerra em si, e sim a história da nossa protagonista Ada, tem seu pé direito torto, e vive trancada dentro de sua casa afastada da sociedade. Sofre maus tratos de sua mãe, que fala coisas horríveis relacionados a sua deficiência, Apanha constantemente, nunca aprendeu a andar por isso anda se arrastando pela casa. Sua única companhia é seu irmão James, que também faz piadas sobre. Para tentar fazer com que sintam orgulho dela, Decide aprender a andar (é uma cena muito triste e angustiante), mas nada o que ela faz está bom para sua mãe. 

Como a guerra se aproxima, ocorre um bombardeio na cidade e com isso o governo decide tirar todas as crianças da cidade e  levá-las para serem criadas pelas famílias do interior, nisso a Ada vê a oportunidade de sair da vida que ela tem, de ter novas oportunidades, e tentar ser feliz. A mãe tenta desmotiva-los, mas sem sucesso ela e James vão sem pensar duas vezes. Chegando lá ninguém os escolhe, mas mesmo assim eles conseguem ficar na casa de Susan e sobre seus cuidados.


Por viver sempre dentro de sua casa, reclusa de tudo e de todos, Ada não sabe definitivamente o que é nada. Não sabia da existência de plantas, animais, alguns móveis... Susan realmente tem um carinho enorme por eles, quer de verdade o bem deles e os alimenta bem. 

Ada é muito desconfiada, responde Susan mal, faz muito drama as vezes e isso a deixa muito irritante, mas não deixei de gostar dela por isso, afinal depois de tudo que passou, uma reação assim é esperada, James não é diferente. Mas quando Ada começa a andar com mais facilidade e também andar de cavalo ficamos mais  apegados a protagonista.


Como podem ver, usei e abusei dos botões haha *-*

Tenho um apego muito grande por esse livro, pois esse foi o primeiro livro que me fez chorar, nunca um  livro tinha me causado esse sentimento, desde então sou completamente fascinado por esse universo que Kimberly Bradley criou. Indico esse livro para todo mundo! independente da idade, por favor leia A Guerra que Salvou a Minha Vida!

Kimberly Brubaker Bradley vive em uma fazenda no meio de cavalos, montanhas, cabras, ovelhas e dentre outros animais... junto com seus filhos e marido. É autora de várias obras, entre elas Leap of Faith e Jefferson's sons. A Guerra que Salvou a Minha Vida já ganhou vários prêmios, além de ter sido eleito entre os melhores livros de 2015 pelo Wall Street  Journal, dentre outros. (saiba mais)




Essa obra foi publicada no Brasil pela DarkSide Books. Como vemos nas fotos, a edição está linda <3
Espero que com essa resenha eu tenha deixados vocês curiosos para saber mais sobre a história da Ada, gostaram da resenha? e das fotos?

Isso é tudo pessoal! a Lebre de março aqui, se despede :)

58 comentários:

  1. Olá. Eu já tinha visto esse livro, mas não tinha me interessado, porém sua resenha me deixou curioso sobre a história, me parece bem legal. Irei colocar na minha lista de compras, me deixou com vontade de ler. Valeu pela dica

    ResponderExcluir
  2. Desejo demais ler esses dois livros, desde que eles foram lançados, espero fazer isso em breve, pois minha curiosidade está imensa.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Confesso que não gosto muito de livros que são vendidos como de superação, mas este me pegou! Não é um autoajuda morno, oq já é ótimo, mas as 3 coisas q mais me chamaram atenção na resenha foram: rápido de ler, difícil de esquecer e segunda guerra mundial.
    3 coisas q adoro.
    Certamente vai entrar na minha lista. Fora q a Darkside tem feito livros lindos.
    Adorei

    ResponderExcluir
  4. Olá Lucas,

    Tenho esse livro na minha estante, mas ainda não li. Depois do seu post fiquei com a certeza de que preciso conhecer esta história o quanto antes, pois as chances de eu me encantar por esse enredo são mutios grandes. Eu amo histórias que me fazem ficar emocionada e derramar lágrimas e como esse foi o primeiro que te fez chorar, certeza que vai me fazer derrubar um rio. Adorei o post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de leituras que remetem ou se passam no período da Guerra. Normalmente são muito emocionantes e nos fazem refletir. Ainda não li esse livro, mas já está na lista.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro já está na minha lista de leituras há um tempão. Sua resenha me fez ter mais pressa para lê-lo. <3

    pedagogiacriativa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu AMO a DarkSide Books, eu estou doida pra comprar o livro novo deles, da Alice no País das maravilhas. Agora fiquei curiosa pra ler esse que você indicou. Muito interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei as 3 edições *-*
      Só aguardando ansiosamente para a chegada deles *-*

      Excluir
  8. quando as historias nos despertam sentimentos enquanto lemos é certamente uma ótima história, mais ainda se nos ficar na cabeça, esta historia é linda é pena ainda não ter tido a oportunidade de a ler pois só pelo facto de ser de leitura rápida já me agrada :)

    ResponderExcluir
  9. Fiquei com dó da Ada e me identifiquei um pouco com ela. É bem o que tu disse mesmo, é difícil de esquecer. Pela forma que tu descreveu, dá vontade de ler e a história te envolve de uma maneira inesquecível. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Que lindo você ainda guardar esse livro com tanto carinho e com as muitas lembranças e as experiência que foi essa leitura. Apesar dele ter arrancado Lágrimas de você ganhou seu coração e podemos contar nos dedos os livros que conseguem fazer isso conosco.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Eu tenho ou já tive esse livro, esses dias até procurei para vender e não achei. Parabéns pela publicação, ficou bem legal e gostei de saber que o livro te despertou sentimentos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Cada vez que leio uma resenha sobre esse livro tenho mais vontade de fazer a leitura. Adoro esse tipo de obra que fica marcada em nós nos passando um ensinamento e nos ajudando a evoluir!

    Parabéns pela resenha!

    Bjs Aruom Fenix

    Blog:leiturasdearuom.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Que imagens lindas!!
    Eu me emocionei muito tanto no primeiro livro, quanto no segundo.
    É de mexer com a gente a história de Ada, de seu irmão e dos outros personagens também. Mas Ada me conquistou com sua coragem e as mudanças que sofreu.
    Linda resenha!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me emocionei no segundo também, principalmente no final T-T

      Excluir
  14. Nossa, que história tocante! Fiquei comovida com todo o sofrimento que Ada e seu irmão passaram, esse livro deve tocar fundo na alma, gosto de leituras nesse estilo, profundas, com uma grande lição de vida e superação.

    ResponderExcluir
  15. Que livro lindo! Estou apaixonada por essa capa, me lembra as colchas de retalho que minha avó fazia. Confesso que no começo do post pensei: "não vou ler não, parece uma história muito triste"! Mas fiquei curiosa para saber o desfecho e conhecer mais a história da Ada, então acho que vou acabar lendo.

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Eu sempre morri de curiosidade em ler esse livro! Realmente parece ser uma história linda e inesquecível, além de emocionante e cheia de ensinamentos e lições para a vida. Gostei bastante de saber que apesar de se passar na Segunda Guerra Mundial, o foco principal é na história da personagem em questão. Ótima indicação mesmo! Já quero muito ler e poder conferir a narrativa na íntegra.
    https://amantedaartedaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma história que nos arranca sorrisos e lágrimas ao mesmo tempo ^^

      Excluir
  18. Olá Lucas, tudo bem? Eu amei sua resenha e suas fotos, estão maravilhosas. E concordo contigo no resumo do livro, fácil de ler e difícil de esquecer. Não cheguei a chorar com ele, mas fiquei bem perto, com olho marejados. Realmente a Ada tem momentos em que fica até irritante com tanta relutância em confiar na Susan, mas levando em consideração o tratamento que ela teve pela mãe biológica, é até compreensível que ela fosse assim com todos que se responsabilizassem por ela.
    Estou é doida para ler a continuação da história. Já leu também?
    Bjks!

    Mundinho da Hanna | Instagram

    ResponderExcluir
  19. Oii! Olha eu aqui de novo! Que livro bonito, entretanto com uma história que retrata uma fase tão triste vivenciada por muitos na humanidade, não é mesmo? Ainda assim, quero e muito, ter a oportunidade de ler! Seu trabalho, como sempre, está impecável! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  20. Que livro mais lindo, adorei as fotos, como sempre. Acho que histórias de superação são uma boa pedida para essa época do ano no Setembro Amarelo.

    Obrigado pela indicação!


    🌗 Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem? A edição desse livro é muito linda. Curiosa para ler. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Triste saber que foi uma guerra que deu uma oportunidade para a personagem sair de seu "cativeiro", mas pelo menos foi uma chance dela conhecer o mundo, né?
    Tenho muita curiosidade em realizar a leitura desse livro, além dessa edição ser maravilhosa

    www.pactoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muito triste! Na época que li, chorava muito ao decorrer do livro :(

      Excluir
  23. Que post lindo ,Amei suas palavras me atiçaran para leitura desse livro,a temática então superação? Já quero mais um livro a minha lista , darkiside arrebata nas capas tamb por essa tá belíssima.
    E suas fotos maravilhosas.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  24. Parece ser mesmo uma história bem emocionante. Me lembrou um pouco Poliana até, mas um pouco mais profundo. E que edição linda mesmo! Adorei suas fotos com os botões, combinou mto com a capa!
    Abraço,
    Liv | Resenhas Caóticas

    ResponderExcluir
  25. Esse livro está na minha lista desde o lançamento. Eu não gosto de história ambientadas em guerras, mas a vida dessa personagem me chama tanta atenção, que é impossível não querer ler. As fotos ficaram perfeitas, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu o li na época do lançamento ♡
      Obrigado pelo carinho ;)
      Leia Sim, depois me conta o que achou! *-*

      Excluir
  26. Esse livro é uma lição de vida, e parabéns pela sua resenha que o descreveu tão bem! "Rápido de ler, difícil de esquecer" é a melhor definição que já vi para essa história. Todos deveriam ler.
    Lindas suas fotos!

    www.coisasdemineira.com

    ResponderExcluir
  27. Amo esse livro cativante. Li ele no ano passado, quero ler o segundo que já está na minha listinha.
    Uma leitura válida para todos, bjusss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li o segundo e amei também *-*
      Logo menos terá resenha aqui no blog também ♡

      Excluir
  28. Caramba, lendo a resenha ele parece realmente intenso. Agora vou ter que ler :)

    ResponderExcluir
  29. Que resenha linda, migo!
    Esse é um livro que eu sempre via por aí mas não sabia qdo que se tratava. Tô encantada por esse enredo! Mais um livro da Caveirinha que vou adicionar à lista!

    Beijos!
    Amanda

    ResponderExcluir
  30. Primeiramente: que blog e fotos lindas!
    E que resenha mais linda ainda, fiquei encantada pelo livro, já tô colocando na minha lista de compras para esse mês.


    Abraços,
    Julia.

    ResponderExcluir

Ativem o "notifique-me" para saber qual foi minha resposta ao seu comentário! ;)