13 junho, 2020

Lady Killer: Volume 2 (Joëlle Jones & Michelle Madsen)


Confesso que minhas expectativas para este segundo volume estavam bem mais  altas do que para o primeiro, acho que isso se deve ao fato de eu já conhecer a história e o dia a dia de uma Assassina de aluguel dona de casa e também pelo primeiro volume ter acabado de uma forma misteriosa, nos fazendo criar teorias sobre o que pode acontecer. Fiquei contente pois Lady Killer: Volume 2, assim como o primeiro volume, não me decepcionou. 

Josie Schuller está de volta, e mais sanguinária do que nunca



Em Lady Killer vamos ser apresentados a Josie Schuller: Uma mãe amorosa, uma esposa dedicada e uma assassina de aluguel. Mesmo tendo muitas afazeres tanto na vida de dona de casa quanto em seu trabalho, que envolve matar pessoas a sangue frio, ela é capaz de equilibrar tudo, até que um curto deslize, pode colocar tudo a perder. Já em Lady Killer: Volume 2, Josie decide se mudar com sua família para Cocoa Beach, na Flórida, onde as coisas continuam praticamente como era antes: Josie vende Tupperware, cuida da família e vai colecionando algumas  mortes pelo caminho. Ela agora está trabalhando sozinha (que consiste em basicamente cuidar de toda sujeita e bagunça sem a ajuda de ninguém). Tudo toma um rumo diferente quando uma figura de seu passado lhe faz um convite para que eles possam trabalhar juntos, Josie não se vê recusar essa proposta e aceita, mas existe várias outras coisas em jogo do que manchas de sangue para limpar...


Uma das coisas que eu mais gosto nessas Graphic Novels, é com certeza, o contraste entre a dupla personalidade de Josie. Entre uma cena e outra, vemos a representação de uma típica família perfeita: com muito amor e cuidados. Já em outra, vemos a protagonista assassinar pessoas com um martelo, uma  simples ferramenta, mas que pode ser letal, e, com esse utensílio ela consegue uma precisão tremenda, e claro, muito sangrenta. É nítido como ela sempre está pronta para qualquer situação (e missão). 

Neste volume, Começamos a explorar  o passado de Josie e a entender suas motivações. Essa parte com certeza foi uma das minhas favoritas, apesar de ser meio melancólica, consegui sentir a parte sentimental dela através dessas páginas. E, a sua  relação com sua sogra, que já não era das melhores, ganha uma nova harmonia, e isso é bom, pois também foi possível perceber que, através daquela cara fechada e mal humorada, ela era é uma pessoa aparentemente boa que tinha um passado muito complexo. Algumas revelações chocantes também vêm à tona, e, enquanto isso, o marido de Josie continua sem desconfiar de nada... por enquanto.


Em certos momentos da leitura, me peguei pensando como as cenas de assassinato estão mais explícitas e sangrentas neste volume. E isso deixa a Graphic Novel ainda com mais ação, e, em todos os momentos, nos pegamos torcendo para a assassina, e não, não me sinto nem um pouco culpado por isso, afinal, isso é tudo ficção haha. Josie em suas missões, é fria, calculista, ágil e forte. Já nos momentos em família, ela é amorosa, gentil e companheira. Sem dúvidas este volume foi o meu favorito até agora. Estou muito curioso para me imergir nas páginas do volume três urgentemente, já que este acabou com o final em aberto, o que só nos deixa instigados a ler os próximos volumes. Através dos flashbacks entre o passado de Josie, esse quadrinho levanta um assunto muito importante a ser discutido: Pessoas nascem assim, cruéis, ou são vítimas das próprias condições em que foram criadas? 

A edição está de matar! Ela segue o mesmo padrão do primeiro volume, com cores vibrantes e com uma luva protetora que faz referência a uma caixa de produto de limpeza. Joëlle Jones e Michelle Madsen fizeram um trabalho primoroso, com artes e textos impecáveis e cheio de detalhes. Lady Killer: Volume 2 foi publicado aqui no Brasil pelo selo Graphic Novel da editora DarkSide Books e traduzido pela Raquel Moritz.


Eu espero que alguém tenha se interessado em ler esse título. Gostaram da resenha? E das fotos? Eu espero que sim. Se ficou interessado em saber mais sobre essa história, compre aqui, comprando através deste link vocês ajudam o blog Universo Desconhecido a crescer e me incentivam a continuar com o meu trabalho.

Comprando pelo site da caveira você recebe essa luva de látex como mimo ♥

LEMBREM-SE: ROUPAS LIMPAS E SEM MANCHAS DE SANGUE

15 comentários:

  1. Sou doida para ler Lady killers tem tempo, e agora com o segundo volume, fiquei com mais vontade ainda. Estou é bem curiosa para saber mais sobre esse mulher tão perigosa, e ao mesmo tempo tão gentil. Amei tuas fotos, estão incríveis!

    Bjks!
    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  2. Estou com o volume 1 de Lady Killers emprestado desde o início da quarentena, mas não consegui ler. Quando li resenha sobre ele fiquei bem interessada, porque a proposta é de fato interessante, mas a leitura não fluiu. Ainda quero tentar de novo, tanto pela história em si, quanto por saber que há continuação. Pelas suas palavras esse segundo volume parece muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Você definitivamente faz as melhores fotos, elas são clean e visualmente agradáveis. A Darkside realmente tem que te pegar pra ser parceiro.

    Sobre a edição, eu ainda tô devendo ler a primeira - não consegui comprar ainda. Mas quero muito. Eu gosto de como as mulheres são empoderadas, sabe? Acho magnífico, além disso, esse me interessou ainda mais pela jornada dupla: a caseira e a macabra! Fantástico.

    ResponderExcluir
  4. A resenha e as fotos ficaram maravilhosas!
    Eu gostei muito do primeiro volume e não vejo a hora de ler esse também.
    Amei que tem um pouco do passado da Josie e suas motivações. Me deixou mais ansiosa.
    E como sempre que show de edição!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Tem como não amar a caveira e suas edições maravilhosas? Suas fotos estão incríveis também, parabéns. Sobre o livro, a história parece ser muito boa, fiquei até mesmo curiosa para ler, apesar do gênero não ser algo que eu goste. Vamos ver se algum dia eu animo entrar nessa vida de sangue, que esses livros tem hahaha. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  6. Ei, Lucas. Já disse e vou repetir que quero demais ler essa HQ pq sou apaixonada com o livro. Nem li muito sobre pra não tomar spoilers,hahahah. Sempre é um prazer visitar seu blog porque sou apaixonada com suas fotos. Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Ainda estou criando coragem para ler o primeiro livro da série. Pretendo ler em breve. Muito boa sua resenha.

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu quero muito comprar essas Graphic Novels. Mas, ainda não foi o momento. O assunto chama sim, muito, minha atenção. Só não foi o momento ainda. A sua análise das 2 edições me deixam um tanto mais interessada. Porém não será por agora que poderei adquirir. Suas fotos estão sempre muito legais e dão uma vida a mais ao post. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  9. Que interessante, não sabia do que se tratava essa história... Mas fiquei curioso em saber mais sobre essa personagem e principalmente quais motivações a levam a cometer os assassinatos. Gostei também desse contraste entre mulher do lar e uma assassina. Me parece uma ótima leitura!

    ResponderExcluir
  10. Eu acho incrível essa edição lindíssima da capa desses livros e o trabalho de diagramação realizado em ambos. Eu achei super bacana poder conhecer uma narrativa tão intrigante quanto essa presente em Lady Killer, que foge completamente do comum pra mim. Enfim, esse segundo livro eu ainda não sabia que tinha e sei como realmente criamos muitas expectativas para o segundo livro, ainda mais quando o anterior termina de forma misteriosa. Adorei as fotos e a resenha impecável!

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? É bem legal quando um livro supera nossas expectativas. Já li algumas críticas sobre o livro e todas positivas. Curiosa pela leitura. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha e as fotos. Assisti alguns filmes com essa temática, e sempre me pegava pensando no fim, se era possível alguém andar "entre dois mundos tão distintos" sem que um afete o outro. A frase "Pessoas nascem assim, cruéis, ou são vítimas das próprias condições em que foram criadas? " traz uma reflexão necessária, até onde somos ruins ou ficamos ruins? Embora não seja meu gênero preferido, a resenha deixou aquela vontade de ler a série :)

    ResponderExcluir
  13. O rolê do post desaparecido hahaha. Que bom que conseguiu recuperar, migo. E repito o que eu disse antes: as fotos estão lindas! Eu amo essa história, não vejo a hora de ter o terceiro em mãos e poder tirar mais fotinhas sangrentas <3

    ResponderExcluir
  14. Eu achei o segundo volume ainda melhor que o primeiro
    Mas fiquei triste por ter acabado hahahah


    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  15. Oi Lucas,
    Eu preciso ler esses livros depois de ler essa ótima ressenha!
    As fotos são maravilhosas como sempre...

    ResponderExcluir

Ativem o "notifique-me" para saber qual foi minha resposta ao seu comentário e para que possamos interagir melhor! ♡